Pirataria de Rios na Amazônia: Como isso influencia os Lambaris ?

Antes (esquerda) e depois (direita), diagramas de captura de fluxo de rios. O fluxo tributário se aproxima da erosão. Casito,(2004).

 Não se assuste! A pirataria que me refiro é a captura de igarapés e rios, esse é um fenômeno que ocorre quando um igarapé ou rio de um sistema de drenagem ou bacia hidrográfica vizinho se deteriora através da divisão entre dois córregos e “captura” outro córrego que é desviado de … Leia mais...

13 respostas para “Pirataria de Rios na Amazônia: Como isso influencia os Lambaris ?”

  1. Ola jefferson. Otimo.trabalho. Este assunto de pirataria de rios e igarapes é novo pra mim. É um assunto que ira gerar muitos debates na area cientifica, principalmente entre os biologos e geologos. Essa pirataria de rios e corregos aqui na Amazonia é notavel de observar o efeito da captura de igarapes e rios, se tera influencia de fluxo genico e variabilidade genetica. Parabens mano pelo trabalho.

  2. Jefferson, obrigada por nos mostrar essa questão da captura dos rios, eu tive um pouco de dificuldade pra entender o primeiro parágrafo por que você usa umas palavras difíceis.kk! mas eu gostei bastante do seu texto, no segundo parágrafo, a partir do ponto seguido, na segunda parte do segundo parágrafo, você perdeu o sentido do pensamento, te recomendo reler essa parte para consertar essa questão, e sobre a sua pergunta no fim “gostou do trabalho desenvolvido?”, o ideal é dizer ” que vai ser desenvolvido”, por que você não terminou ele ainda.
    To ansiosa pra ver os resultados da tua pesquisa porque eu amo variabilidade gênica. Obrigada!

  3. Nossa! Eu achei muito instigante o modo como o levantamento da pergunta faz a gente querer saber logo do resultado, sem contar que o que você irá verificar é algo que foi modificado com o tempo naturalmente. Muito legal! Sucesso ai!

    1. Oi Luana, obrigado pelo seu comentário, fico feliz em saber que o tema da matéria chamou sua atenção, espero que nossos resultados corresponda a sua expectativa em relação as modificações de captura de rios na Amazônia.

  4. Oi Jefferson! Tenho duas pequenas considerações para melhorar seu trabalho. Primeiro, no seu título você precisa trocar o substantivo “influência” pelo verbo “influencia”. Acho que foi o corretor ortográfico.
    E outra coisa, eu gostaria de acompanhar o desenvolvimento do projeto, mas onde vou encontrar essas notícias? Você não deixa nenhum contato para que o leitor acompanhe o trabalho.

    Parabéns por estar estudando a história natural dessa espécie. Sucesso!

    1. Olá Renato, Agradeço pelas duas observações feitas no post. A primeira foi falha minha mesmo, na segunda fiquei em duvida se poderia colocar algum contato. Aceito as duas sugestões e realizarei a correção no texto. Obrigado!
      Vamos em frete.

  5. Jefferson, seu trabalho incita a curiosidade mesmo, é bem interessante! Mas a figura do mapa destaca a cidade de Alta Floresta/MT que não tem conexão com seu texto. Entendo que Manaus seja um ponto de referência, pois tua base é aqui, mas em vez de Alta Floresta, você poderia destacar Belém/PA ou alguma outra cidade próxima da região em que vai coletar. Observe também que a figura está sem a legenda com a fonte. Sucesso e saúde!

  6. Oi, Jefferson! Gostei muito da temática que você irá tratar. Confesso que quando li o título, não imaginei do que se trataria, mas você desenrolou bem até chegar no objetivo do seu trabalho. Sugiro dar uma olhada na estruturação de algumas frases, como as do teu 2º parágrafo. Sem mais sugestões. Parabéns pela forma como tu abordou teu tema! Sucesso na tua pesquisa.

  7. Oi Jefferson,
    Seu post está muito bem escrito (salvo algumas exceções, como o Renato aponta) e muito fácil de compreende. Mas há termos chaves (fluxo gênico e variabilidade genética) que precisam ficar mais claros sobre o que se referem para um público mais leigo. Faltou formatar melhor os parágrafos e possivelmente usar as ferramentas disponíveis no WordPress para valorizar sua notícia. Um ponto positivo por ter respondido aos colegas, e um negativo por não ter inserido as sugestões (ou as refutado) nos comentários.
    Abraço.

  8. Oi Marcio,
    Obrigado pelos comentários, eles me ajudaram a melhorar á escrita do meu projeto.
    Concordo com os os pontos que você mencionou, porém o fato de não ter respondidos os dois últimos comentários, foi em razão da dada limite para se fazer os comentários e responde-los serem no dia 30/06. Note que um dos comentários foi postado as 23:35.
    Quero ressaltar que você foi um ótimo professor.
    Obrigado!

Deixe uma resposta